Serviços

Temos ao seu dispor os mais variados Serviços,
para melhorar a sua qualidade de vida e o seu bem-estar.

Toxoplasmose Ocular

Já ouviu falar em Toxoplasmose Ocular? Previna-se!

Vista avermelhada, sensibilidade à luz, sensação de desfocagem e pontos pretos flutuantes são os principais sintomas da toxoplasmose ocular. A doença, transmitida pelo parasita toxoplasma gondii, pode alojar-se na retina e provocar lesões recorrentes.

O parasita da toxoplasmose costuma atingir o tecido nervoso, podendo desencadear uma uveíte. Se não for tratado e erradicado a tempo as lesões na visão podem ser irreversíveis.

A toxoplasmose ocular também pode ser congénita ou ainda manifestar-se logo após o nascimento. O acompanhamento pré-natal é importante, inclusive quando a mãe é infectada durante a gravidez pela ingestão de carne crua ou pelo contacto com gatos.

Nos casos mais graves existe perigo de lesão macular, que é a zona central da retina, responsável pela alta resolução e visão das cores.

Ainda não existem medicamentos capazes de destruir completamente este parasita, que pode continuar a manifestar-se por muitos anos, e exigindo um controlo permanente por parte do médico e paciente.

Atenção, um resultado positivo para a toxoplasmose não significa que o paciente também seja portador da toxoplasmose ocular, sendo necessário a realização de exames, com dilatação da pupila e analise detalhada da retina.

A prevenção da toxoplasmose continua a ser a forma ideal de evitar as lesões oculares. Além de exigir hábitos de higiene, é importante:

- Não consumir ovos e carnes mal cozidas, porque o parasita é resistente e pode estar a contaminar o alimento que se está a ingerir;

- Verduras e legumes devem ser muito bem lavados antes de serem consumidos crus. Preferencialmente colocá-los de molho numa solução de água e vinagre por 15 minutos antes de serem consumidos;

- Ao mexer em alimentos crus, evite levar as mãos à boca ou aos olhos. Se possível, utilize luvas quando estiver a cozinhar;

- O contacto com gatos requer cuidados dobrados no que diz respeito à higiene, já que o parasita hospeda-se nas fezes dos felinos. Essa recomendação também é válida para todos os locais por onde os gatos passam, como parques e tanques de areia.